Análise Ergonômica

O que é

Análise Ergonômica do Trabalho – AET é um estudo com ênfase para os riscos de DORT, decorrentes fatores físicos como repetição, postura e força excessiva, além de fatores ambientais.

 

Esta análise atende a Norma Regulamentadora NR 17 e anexos, bem como contém conceitos e cálculos baseados em NIOSH; OCRA, HAL e Strain Index; Araújo Couto; Silverstein, Kilbon, Colombini e Occhipinti; Rodgers, Moore e Garg; Chaffin; Blay; Russell Hochschild; Brotheridge e Grandey; Morris e Feldman; Kruml e Geddes; Nogueira; Love Mondays; Coelho; R. Tomaz; Barrela e Reinhardt; Feder; Brauhardt. Ela dá ênfase para os riscos de DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho), decorrentes de fatores físicos, como repetição, postura e força excessiva, tratando também de fatores ambientais, como vibrações, temperaturas extremas, ruído, iluminância, umidade relativa e velocidade do ar, sem esquecer de aspectos psicossociais e cognitivos. É um documento exigido pela legislação brasileira.

 

As avaliações incluem aspectos relacionados a:

– Levantamento e Movimentação de Cargas

– Força e Postura de Mãos, Punhos e Coluna

– Esforços Estáticos, Dinâmicos, Repetitivos e de Precisão

– Equipamentos, Mobiliário, Dispositivos e Peças

– Condições ambientais do posto de trabalho

– Aspectos Psicossociais, Cognitivos e Organizacionais do trabalho

 

A AET permite que os gestores avaliem a situação dos postos de trabalho, identifiquem as causas e, por fim, implementem ações para correção dos problemas.

 

Benefícios da Análise Ergonômica

– Redução e eliminação de multas ou ações trabalhistas derivadas dos típicos problemas de saúde encontrados em atividades e/ou postos de trabalho inadequados

– Melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores

– Elevação dos padrões de qualidade e de segurança do trabalho adotados pela empresa

– Aumento da produtividade e redução na evasão dos trabalhadores

– Aperfeiçoamento da imagem da empresa frente aos colaboradores, consumidores e sociedade

 

Quem pode contratar

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) determina que as empresas cujos postos de trabalho conciliem algum risco ergonômico ao trabalhador, realizem a AET (Análise Ergonômica do Trabalho), correndo riscos de notificações caso essa norma não for cumprida. Qualquer empresa com postos de trabalho com potencial de causar danos à saúde necessita da Análise Ergonômica.

Solicite um Orçamento






* itens obrigatórios