CANAL DE CONTEÚDO

    NR 10: Segurança no Trabalho e Energia Elétrica

    Técnicas de Segurança no projeto, execução e operação de equipamentos e instalações e principalmente, tivermos o devido respeito pela eletricidade, seu uso e aplicação será seguro e tranquilo.
    20/10/2016

    No Brasil, a segurança no trabalho é regida por normas e leis, compostas pelas Normas Regulamentadoras. A norma regulamentadora que rege as áreas que envolvem eletricidade é a NR-10, que estabelece os requisitos e condições mínimas e objetiva a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que, direta ou indiretamente, se envolvam em instalações elétricas e serviços com eletricidade.

     

    O profissional que trabalha diretamente com a eletricidade deve estar ciente sobre possíveis erros que podem levar à acidentes graves e até à morte. O resultado final da ação da corrente elétrica no corpo humano, na maioria das vezes é letal.

     

    Atualmente, a utilização da eletricidade se dá a todo o momento, desde um simples banho com água quente, passando por hospitais, bem-estar, lazer, a sociedade tem ficado cada vez mais dependente do uso intensivo da eletricidade para sobreviver.

     

    O risco reside justamente nesses fatos. O desconhecimento de onde está a eletricidade e excesso de autoconfiança podem levar a sérios danos. O contato com partes energizadas fazem com que a corrente percorra o corpo humano, causando queimaduras tanto externas quanto internas, além de lesões físicas e traumas psicológicos.

     

    Instalações sem manutenção, o uso de equipamentos e materiais inadequados, falhas e desgastes podem originar incêndios. O simples ato de ligar um aparelho na tomada de força já incorre no risco de acidente com eletricidade.

     

    A energia elétrica, apesar de útil, é muito perigosa e pode provocar graves acidentes, tais como: queimaduras (até de terceiro grau), coagulação do sangue, lesão nos nervos, contração muscular e uma reação nervosa de estremecimento (a sensação de choque) que pode ser perigosa, se ela provocar a queda do indivíduo (de uma escada, árvore, muro, etc.) ou o seu contato com equipamentos perigosos.

     

    A NR 10 se aplica às fases de geração, transmissão, distribuição e consumo, incluindo as etapas de projeto, construção, montagem, manutenção das instalações elétricas e quaisquer trabalhos realizados nas suas proximidades. Ela define que em todas as intervenções em instalações devem ser adotadas medidas preventivas de controle. Também determina que toda empresa deve manter esquemas unifilares das instalações elétricas dos seus estabelecimentos.

     

    Esta norma também obriga que os projetos de instalações elétricas especifiquem dispositivos de desligamento de circuitos que possuam recursos para impedimento de reenergização. Assegura que as instalações elétricas proporcionem aos trabalhadores iluminação adequada e uma posição de trabalho segura.

     

    Também sujeita que somente profissionais habilitados que comprovem conclusão de cursos na área elétrica reconhecidos devem executar serviços nestas instalações, determina além disso, que a execução destes serviços devem ser feitos mediante o aterramento do circuito.

     

    Além de todos os item citados, a NR-10 estabelece normas nas áreas de medidas de controle, medidas de proteção coletivas e individuais, segurança do projeto, segurança na construção, montagem, operação e manutenção. Também abrange as áreas de segurança em instalações elétricas energizadas, trabalhos envolvendo alta tensão. Define normas que prevê a habilitação, qualificação, capacitação e autorização de trabalhadores, normas contra incêndios e explosão, como também determina o uso de sinalizações de segurança. Descreve os procedimentos de trabalho, situações de emergência e também define as responsabilidades de uma instalação ou de um acidente.

     

    img_3240-copia

     

    Medidas Preventivas

     

    • Treinamento específico para execução das tarefas. No treinamento além de outros itens que devem conter práticas de trabalho seguro, bloqueios de fonte de energia, equipamentos de teste de voltagem e carga na rede;
    • Antes de iniciar o trabalho analise os riscos e tome as medidas de segurança necessárias;
    • Mantenha posturas correta no trabalho faça pequenas pausas durante o turno, de acordo com o combinado com a direção da empresa;
    • Não utilizar equipamentos improvisados ou irregulares;
    • Não improvisar EPIs;
    • Usar apenas ferramentas adequadas e em bom estado de conservação;
    • Como especialista no setor,o eletricista precisa se preocupar com a segurança dele, de todos os envolvidos na atividade, bem como, pessoas que porventura estejam trafegando pelo local;
    • Antes de iniciar os trabalhos de eletricidade os circuitos devem ser desenergizados, deve ser realizado teste de voltagem e se tudo estiver certo a caixa de comando deve ser trancada e sinalizada;
    • Esteja sempre atento para fazer as manutenções preventivas e corretivas sempre que necessário. Qualquer irregularidade observada deve ser levada imediatamente para o Livro de Inspeção;

     

     


     

    Assista ao vídeo abaixo em que o sócio da Ambientec João Pessoa dá entrevista à um programa local sobre Instalações Elétricas:

     

    Segurança no Trabalho – NR 10

     

    Comentários