Insalubridade e seu reflexo na sustentabilidade das empresas - AmbientecAmbientec
CANAL DE CONTEÚDO

    Insalubridade e seu reflexo na sustentabilidade das empresas

    As obrigatoriedades estão relacionadas ao não cumprimento da legislação e podem resultar em danos, que invariavelmente deverão ser absorvidos pelo empresário.
    23/02/2017

    O termo sustentabilidade, derivado de “sustentável” provém do latim sustentare, que significa sustentar, manter, conservar, apoiar, cuidar. Sustentabilidade de uma empresa, portanto, é a sua habilidade de se manter no mercado de forma perene ou por um longo tempo, o que adquire contornos de vantagem competitiva.

     

    O objetivo de uma empresa, qualquer que seja a sua atividade, é a geração de bens ou serviços que atenda às necessidades de consumo da sociedade. Ela só vai persistir se ela produzir algo que gere desejo de consumo da sociedade. Se essa empresa também produzir lucro a seus investidores, ela é economicamente sustentável.

     

    Se além de ser economicamente sustentável, ela também preservar o meio ambiente e adotar boas práticas ambientais, então ela é considerada ambientalmente sustentável. E mais, se ela também integra o cidadão à sua coletividade, através da geração de emprego e renda, mantendo a dignidade e bem-estar desse trabalhador, esta empresa também é socialmente sustentável.

     

    E por último, se a empresa age e estimula que seus colaboradores, clientes e fornecedores ajam dentro dos preceitos éticos, ela é eticamente sustentável. Estes são os quatro pilares, quatro princípios, fundamentais da sustentabilidade das empresas

     

    Ou seja, a sustentabilidade dentro de uma empresa vem atrelada à inovação e à governança ambiental, trabalhista e previdenciária. Então, o empresário deve estar atento às boas práticas, bem como conhecer as diversas ameaças e oportunidades que estão embutidas na legislação.

     

    AMEAÇAS

    Elas estão relacionadas ao não cumprimento da legislação e podem resultar em danos, que invariavelmente deverão ser absorvidos pelo empresário.

     

    Em relação às obrigatoriedades legais o Empresário deve tomar cuidado especial com as consequências da negligência, omissão ou ato ilegal cometidos, com ou sem o seu consentimento, por sua equipe de trabalho, dentre as quais as mais comuns têm sido:

    tabela 23-02

    Um exemplo é o acidente com a Boate Kiss, que gerou a morte de mais de 200 jovens, por causa de um estabelecimento com alvará de funcionamento expedido pelo corpo de bombeiros. Provavelmente porque alguém facilitou a obtenção do alvará para este estabelecimento. As mortes foram em decorrência da falta de equipamentos de combate a incêndio disponíveis, não existiam colaboradores da casa habilitados para utilizar este equipamento, as saídas de emergência não estavam disponíveis. Enfim, estes itens são alguns dos que fazem parte dos requisitos que uma empresa precisa cumprir para estar de acordo com a legislação. É um investimento muito pequeno comparado ao dano causado.

     

    Então este é o ponto chave: não basta o empresário estar à par da legislação, mas também deve tomar muito cuidado com as ações tomadas por seus colaboradores, além de ser amparado por especialistas no assunto.

    Comentários