Como tomar os cuidados necessários com o manuseio de instrumentos - AmbientecAmbientec
CANAL DE CONTEÚDO

    Como tomar os cuidados necessários com o manuseio de instrumentos

    A conscientização como principal barreira contra acidentes
    22/11/2018

    As mãos são uma das partes do corpo humano mais propensas a injúrias e acidentes nos locais de trabalho. Muitas das funções executadas em um emprego requerem o esforço excessivo e a exposição destes membros a situações de risco. Exemplos disso são encontrados em setores empresariais, como as serralherias. Assim, equipamentos foram desenvolvidos para proteger as mãos contra quaisquer tipos de calamidades – os chamados EPI’s (equipamentos  de proteção individual) –, e treinamentos foram sendo aplicados para auxiliar os trabalhadores a utilizá-los de forma correta.

     

    Uma das ações preventivas mais conhecidas no ramo trabalhista são as chamadas DDS’s, ou, Diálogo Diário de Segurança. O intuito dessas medidas é de apresentar a área de ofício aos colaboradores, ressaltando os pontos de risco e exemplificando as melhores alternativas para driblá-los. Em relação aos cuidados com o manuseio de equipamentos e elementos químicos, os profissionais encarregados da área de segurança do trabalho devem checar a qualidade e funcionalidade dos EPI’s disponibilizados pela empresa, a fim de assegurar a efetividade dos mesmos. Entre os equipamentos de proteção mais recomendados para as mãos, têm-se: as luvas de PVC, eficazes contra o contato direto entre a pele e solventes químicos; luvas isolantes de borracha, para trabalhos envolvendo circuitos elétricos; luvas nitrílicas, ideais para atividades envolvendo elementos químicos.

     

    O trabalho do profissional de segurança pode ser maximizado pela constante renovação dos treinamentos. Ao implementá-los nas companhias, é possível identificar as principais causas de acidentes e, consequentemente, arquitetar medidas para combate-las. Cada empresa possuiu métodos diferenciados de ensino, mas o que deve se assemelhar entre eles é a conscientização. Um recurso eficiente para pôr em voga os conceitos mais importantes da segurança é a construção de participativos, que são pequenos folhetos informativos, distribuídos em pontos e horários estratégicos, como a hora do almoço; neles, as informações devem ser breves e claras, e com foco definido.

     

    Com isso, os maiores equívocos de segurança podem ser sanados, inclusive nos casos de proteção durante o manuseio de ferramentas e substâncias químicas. Um elemento importante, e referente à utilização das luvas nitrílicas, é o descarte do material no avesso, evitando, assim, a proliferação de fungos e bactérias. Junto a isso, a checagem dos EPI’s, privilegiando o estado de uso e o tempo de manutenção, é irrevogável e definitiva para manter a integridade física dos colaboradores.

    Comentários