Como as APR’s garantem a segurança no ambiente de trabalho? - AmbientecAmbientec
CANAL DE CONTEÚDO

    Como as APR’s garantem a segurança no ambiente de trabalho?

    Entenda como e por quem são feitas as análises
    31/10/2018

    Os riscos de acidentes são intrínsecos às atividades no âmbito industrial. Mesmo com os treinamentos proporcionados pelas companhias aos seus funcionários, os perigos são, na maioria das vezes, imprevisíveis. A não ser que medidas sejam adotadas para o monitoramento e a consequente previsão de possíveis danos referentes ao estado físico dos colaboradores, ao meio ambiente, e ao patrimônio empresarial. Estes recursos preventivos são denominados APR’s, ou, Análises Preliminares de Riscos.

     

    Essas análises são feitas com o intuito de compreender o ambiente em que será realizado determinado trabalho, a fim de identificar pontos frágeis e irregulares na estrutura arquitetônica do espaço e na composição química dos elementos constituintes de sua camada interna, que podem ser prejudiciais à saúde dos funcionários – por exemplo, no caso de uma indústria de alimentos, se um colaborador for exercer seu ofício ao redor de tanques de leite condensado, devem ser tomadas certas precauções para evitar o contato com a soda cáustica, utilizada durante a lavagem dos reservatórios.

     

    As APR’s são feitas, na maioria das vezes, em conjunto com os profissionais responsáveis pela realização do trabalho em voga. Mas, é possível que os demais colaboradores – incluindo os gestores – prestem auxílio nas subsequentes etapas da análise. É recomendado que a figura principal do movimento seja um profissional da saúde e segurança do trabalho, encarregado de compilar uma quantidade relevante de informações a respeito do local escolhido. Posteriormente, as preconcepções são verificadas e utilizadas como base para a criação de medidas coibitivas.     Não obstante, as análises preliminares são efetivadas por meio de algumas etapas obrigatórias; são elas: a identificação de possíveis riscos; a listagem dos mesmos; a sondagem de causas e pontos deficitários; o rastreamento de possíveis grupos expostos aos problemas; a análise de consequências; etc.

     

    Além dos passos citados, outros dados que devem constar nos documentos de uma APR são: os nomes dos responsáveis; a data de aplicação do serviço; o nome da empresa; a tarefa em questão; a listagem de equipamentos utilizados; as etapas do trabalho. É importante lembrar que a integração dos funcionários é inerente ao desenrolar de uma análise mais ampla e complexa das prováveis ameaças. Assim, as APR’s podem ser um dos instrumentos mais importantes para a garantia da saúde e da segurança no ambiente de trabalho.

     

    Comentários