Aspectos normativos da segurança: escadas e EPI’s - AmbientecAmbientec
CANAL DE CONTEÚDO

    Aspectos normativos da segurança: escadas e EPI’s

    Compreenda a função de uma das normas mais citadas, a NR 35
    23/10/2018

    Em um treinamento empresarial, que dá as boas vindas e informa os colaboradores sobre as regras de conduta da companhia, um dos aspectos mais frisados é a utilização correta dos apetrechos de segurança, criados com o intuito de proteger a integridade física dos trabalhadores. Foram sancionadas condições previstas em lei que asseguram a implementação de tais regras em quaisquer órgãos públicos ou privados que possuam, em seu núcleo laboral, funcionários contratados e efetivados pelas CLT’s (Consolidação das Leis do Trabalho), as intituladas Normas Regulamentadoras (NR). Essas medidas regulamentadas pela Constituição são divididas em 36 segmentos, cada qual relacionado a uma diferente área da segurança do trabalho.

     

    Entre as atividades de alta periculosidade estão os trabalhos realizados em alturas elevadas, que requerem o uso de equipamentos específicos para a sua execução. A norma responsável por apresentar os requisitos necessários para a coibição de acidentes nesses ofícios é a NR 35, que lista os EPI’s obrigatórios para os serviços, como o cinto de segurança, o trava-quedas, a cadeira suspensa e o capacete. Ainda referente à norma, para ser considerado um trabalho em altura, a distância entre o colaborador e o chão deve ser superior a 2 metros; e isso inclui as tarefas abaixo do nível do solo, como a escavação e a manutenção de poços.

     

    Um dos serviços mais comuns, e que se encaixam na categoria “trabalho em altura” é a execução de cargos em setores localizados em áreas onde o uso das escadas é imprescindível. Os casos de acidentes nestes segmentos são comuns, o que alerta para uma atuação em conjunto entre empregador e empregado. Algumas restrições formuladas na NR 35 ditam algumas checagens, como a posição correta das escadas – e isso inclui o estado do equipamento, sua manutenção e capacidade de uso -, a base de apoio, que nunca deve ser sustentada ou elevada por blocos de cimento, e a sinalização correta. De forma inegável, os EPI’s são os instrumentos mais eficazes para a prevenção de acidentes. No caso do uso de escadas, os equipamentos necessários são: cinto de segurança, capacete de proteção e calçado de segurança.

     

    Precisa de ajuda com as questões de segurança do trabalho? Saiba como podemos ajudá-lo clicando aqui.

    Comentários