CANAL DE CONTEÚDO

    Ergonomia e o eSocial

    O que muda para o empresário e o que ele deve se preocupar em fazer.

    Os empresários já sabem que o bom funcionamento empresarial muito depende da saúde e do bem-estar de seus colaboradores. Um profissional saudável, que se sente bem no seu ambiente de trabalho, é muito mais produtivo, tanto em termos qualitativos (melhor relacionamento, atendimento ao cliente, clareza mental, comunicação, motivação e confiança) quanto em termos quantitativos (aumento de vendas, redução de desperdícios e acidentes de trabalho). A ergonomia é a ciência que ajusta o trabalhador às condições laborais, de forma com que o empregado sinta-se confortável, seguro e produtivo no exercício da sua função. A ergonomia é, sobretudo, a otimização das condições do trabalho humano e busca prevenir as ocorrências de acidentes e doenças do trabalho.

     

    É vasta a lista de benefícios da ergonomia nas empresas, a prática dessa ciência assegura o pleno funcionamento humano laboral. De acordo com especialistas da área, os procedimentos ergonômicos quando aplicados corretamente, contribuem para a diminuição do cansaço e, inclusive, evitam lesões físicas ao colaborador.

     

    O eSocial, por sua vez, refere-se à folha de pagamento digital, nela está inclusa a entrega de todas as declarações, resumos para recolhimento de tributos oriundos da relação trabalhista e previdenciária, bem como dados importantes acerca do contrato de trabalho. Além de conter informações referentes à saúde e a segurança do trabalhador e oferecer um controle maior de suas questões na empresa, permite, também, a fiscalização do cumprimento correto das leis trabalhistas e previdenciárias.

     

    A ergonomia e eSocial, são, portanto, “artifícios” benéficos para a vida laboral, tanto por parte do empresário quanto para o colaborador. Além de melhoria na qualidade do ambiente de trabalho através da ergonomia, é assegurado, pelo  eSocial, o correto cumprimento das leis trabalhistas e previdenciárias por parte da empresa.


     

    Quer saber mais sobre o eSocial? Acesse nosso webinar e saiba tudo!

    Comentários